publication . Thesis . 2015

Geography of traffic fatalities in Brazil

Jorge Tiago Bastos;
Open Access
  • Published: 12 Nov 2015
  • Publisher: Universidade de Sao Paulo, Agencia USP de Gestao da Informacao Academica (AGUIA)
Abstract
Neste trabalho é estimado o valor do índice de mortes por quilômetro percorrido pela frota de veículos rodoviários no Brasil e em cada estado da federação nos anos de 2004 a 2008. Para determinar os valores da quilometragem anual média dos veículos - parâmetro necessário para estimativa do índice de mortes por veículo - quilômetro - desenvolveu-se um método apropriado tomando como referência a quantidade de combustível vendida pelas distribuidoras em cada estado. Os estados foram classificados em relação a todos os índices associados à mortalidade viária, assim como analisadas as relações entre o índice de mortes por quilômetro e o nível de desenvolvimento econômico dos estados. Constata-se que a situação da mortalidade no trânsito é um grave problema nacional, sobretudo nos estados mais pobres, onde os índices de mortes por veículo-quilômetro atingem números extremamente elevados. O fato positivo é que os números apontam para uma redução contínua do índice de mortes por quilômetro, que passou de 68,26 para 55,87 mortes por bilhão de quilômetros no país entre 2004 e 2008 (queda de 18,15%). Isso se deve ao aumento da quilometragem percorrida, função do aumento da frota, do crescimento econômico e de certa estabilização do número de mortes; este último em decorrência de ações em âmbito nacional implementadas pelo governo federal, bem como de ações específicas levadas a efeito em alguns estados. This research estimated the value of the rate of deaths per kilometer traveled by the road vehicles fleet in Brazil and in each of the states of the federation, in the years 2004 to 2008. To determine the values of the average annual distance traveled by vehicles - parameter needed to estimate the rate of deaths per vehicle-kilometers - an appropriate methodology has been developed with reference on the amount of fuel sold by distributors in every state. The states were ranked according to all indexes associated with road fatalities, and the relationship between the rate of deaths per kilometer and the level of economic development of states, expressed by the motorization rate and the GDP per capita, is analyzed. It appears that the situation of traffic mortality is a serious national problem, especially in the poorest states, where the rate of deaths per vehicle-km reaches very high figures. The positive fact is that the numbers point to a continued reduction in the rate of deaths per kilometer, which decreased from 68.26 to 55.87 deaths per billion km in the country between 2004 and 2008 (a decrease of 18.15%). This is due to the increase on the distance traveled, a result of the increased fleet and economic growth, and also of some stabilization in the number of deaths; being the last a consequence of nationwide actions implemented by the federal government, and also of specific actions carried out in some states.
Any information missing or wrong?Report an Issue